quarta-feira, 19 de julho de 2017

UTI PARA ORQUÍDEAS

UTI PARA ORQUÍDEAS DEBILITADAS

Muitas são as possibilidades de UTI para recuperar uma orquídea...

Primeiro vou explicar o porque da UTI para uma orquídea!
Como Enfermeira, posso dizer que a UTI (Unidade de tratamento intensivo) é na área médica, um local onde os pacientes recebem maiores cuidados e  são dotadas de sistema de monitorização contínua, que atende pacientes em estado potencialmente grave ou com descompensação de um ou mais sistemas orgânicos. Nestes casos, um tratamento intensivo seria única solução para que o paciente tenha a capacidade de se recuperar.
Agora vamos entender o porque de usar UTI para orquídeas: uma vez que entendemos que o termo UTI se refere a um local fechado, sem circulação externa de ar, e para reabilitação e recuperação de casos graves, vemos que se adequá perfeitamente para orquídeas que se encontram na situação de quase morte!

Mas quando colocar sua orquídea na UTI?
São 2 as necessidades de usar a UTI:
1 - Qdo esta sem raíz ( ou até 3 raízes bem pequenas e sem vigor)
2 - Qdo a planta apresenta baixa energia, com folhas murchas, pseudobulbo desidrato, ou ainda com somente 1 ou 2 pseudobulbos.

OBS: Orquídea doentes ( podridão negra, mole, etc devem ser tratadas primeiramente).


Porém o que sempre vejo comentarem no grupo que tenho no face é o mofo que dá dentro da UTI.

Hoje, minha amiga Maria Elizabeth que me ajuda na ADM do grupo compartilhou este material:

UTI PARA ORQUIDEAS DEBILITADAS
(https://www.facebook.com/groups/670733436395651/)

Faça a higienização da planta. É importante retirar todas as raízes mortas (secas). Passe canela nos cortes. Reserve.

MODO 1



1. Pegue uma garrafa PET de cor transparente e corte-a proporcional ao tamanho de sua planta. A garrafa deve estar limpa e seca.
2. A planta ficará assentada em um punhado de substrato de aproximadamente 3 a 4 cm de altura. Pode usar esfagno, substrato ou apoiar a planta num pedaço de isopor com esfagno umedecido no enraizador.
3. Com a planta acomodada na parte inferior da garrafa e sobre um dos substratos já umedecidos no enraizador, una as duas partes da garrafa de modo que entre cerca de 2 a 3 cm de uma parte da outra.
4. Com uma fita adesiva transparente, lacre bem as duas partes da garrafa de modo que seja impossível a entrada de oxigênio dentro dela. No caso de dar mofo, retirar a planta, limpar e repetir a operação.


MODO 2


1. Pegue uma garrafa PET de cor transparente e corte-a proporcional ao tamanho de sua planta. A garrafa deve estar limpa e seca.
2. A planta ficará assentada em um punhado de substrato de aproximadamente 3 a 4cm de altura. Pode usar esfagno, substrato ou apoiar a planta num pedaço de isopor com esfagno umedecido no enraizador.
3. Com a planta acomodada na parte inferior da garrafa e sobre um dos substratos já umedecidos no enraizador, una as duas partes da garrafa de modo que entre cerca de 2 a 3 cm de uma parte da outra.
4. Com uma fita adesiva transparente, lacre bem as duas partes da garrafa de modo que seja impossível a entrada de oxigênio dentro dela. No caso de dar mofo, retirar a planta, limpar e repetir a operação.

MINHAS OBSERVAÇÕES E COMPLEMENTAÇÃO AO POSTADO PELA AMIGA MARIA ELIZABETH

Porque do mofo?
Possivelmente tem água em excesso ou a planta estava muito molhada quando vc colocou na UTI.
Se você está usando o esfagno, esprema bem para retirar o excesso de água. Ele precisa ficar ligeiramente úmido.
Lembre-se que, ao primeiro sinal de mofo, deve-se lavar tudo, inclusive a orquídea e fazer novamente a UTI.

Não se deve ficar abrindo a UTI. 
Se ela está bem lacrada, a água que ficou retida no esfagno é suficiente. Naturalmente durante o dia pode ficar umas gotículas de água nas paredes da garrafa, como se fosse um orvalho e a noite, as gotículas somem, na verdade elas voltam ao substrato.

Em relação ao tempo que uma orquídea deverá permanecer na UTI, vai depender de como estava a orquídea antes de ir para ela.
As que estavam muito debilitadas ficarão mais tempos que aquelas em estado melhor. 
Assim como, depende do gênero da orquídea. A Phalaenopsis é a que tem maior poder de recuperação, em poucos dias você já nota a presença de novas raízes, já as Cattleya, por exemplo, demoram mais.
A média é de 3 meses.

E quando você poderá tirar da UTI?
Quando ela tiver pelo menos 4 raízes boas com pelo menos 5 cm cada uma. Menores que este tamanho ou menos de 4 raízes vivas, a chance de continuar se recuperando fora da UTI é muito menor.

Enraizador: Se você não coloca enraizador, o tempo de incubação será mais longos e os resultados podem não ser tão positivos

Uma "UTI" que para mim deu certo foi seguindo mais ou menos o segundo modo, porém acrescentando a semi hidroponia, ou seja, coloco um PET cortado em baixo com um pouco de água e a parte de cima do PET  cubro o vasinho como no modo 2, ensinado pela Maria Elizabeth. Observei que com este método não há presença de mofo e o resultado, pode até ser mais demorado, porém não perdi mais nenhuma planta.


Uma coisa super importante!

Nunca coloque uma planta com flores na UTI!

Se sua orquídea está com folhas viçosas, firmes ou levemente moles, não use a UTI!

Nenhum comentário: