BIFRENARIA

A BELEZA DA ORQUÍDEA BIFRENARIA


Composta por cerca de 30 espécies, são encontradas desde a América Central até a América do Sul.

Bifrenaria harrissoniae

É uma espécie de orquídea muito exótica. Suas folhas são elípticas e plissadas, de cor verde escuro e podem chegar a 35 cm de altura.

A inflorescência multiflora e pendente ocorre no verão, com flores que surgem de seu pseudobulbo, variando de duas a três flores tem como característica principal o centro escuro, pétalas claras e bordas avermelhadas. 

                                                               Bifrenaria inodora


Plantio:
       1. Em Vaso : O ideal é usar vaso terracota específico para orquídea á venda em garden center .Este vaso já vem com vários furos tanto no fundo quanto na lateral. Para melhorar a drenagem, no fundo do vaso coloque um pouco de argila expandida, pedra ou caco de telha .
 Como substrato use a casca de pinheiro, que é um material renovado. Fibra de coco também pode ser utilizado. Não usar Xaxim, além de proibido por lei esta correndo risco de extinção.Em Supermercados e Garden Center existem substratos prontos específicos para o plantio de orquídeas.
       2. Em Àrvore : Para fixar a muda no tronco de uma árvore ,envolva a muda na fibra de coco e amarre com um cordão .Isso protege a muda e mantém a umidade necessária até o orquídea enraizar
Local
Coloque a muda em local arejado livre de corrente de vento  e que receba luz indireta do sol preferencialmente ao amanhecer ou entardecer. Algumas espécies de orquídea não toleram luz solar, queimando as folhas e chegando a matar a muda. Atenção especial é necessária para as mudas plantadas nas árvores. Observe por alguns dias e por períodos alternados se o sol não está sendo excessivo para a planta.Manchas amareladas nas folhas ou ausência de enraizamento, são indícios que a orquídea não está se adaptando. Neste caso outro local deve ser escolhido.
Rega:
O modo mais fácil de matar uma orquídea é molhando-a demais. Umidade em excesso provoca o apodrecimento das raízes e os fungos se proliferam de forma descontrolada. A melhor maneira de checar se  o vaso está úmido,é precionar com o dedo o substrato. Se ainda estiver úmido, não regue, espere até secar. Regue até que a água comece a escorrer por baixo do vaso. Verifique a umidade á cada 2 dias.
Para as mudas que estão nas árvores a umidade se equilibra naturalmente. Redobrar a atenção apenas nos períodos mais secos do ano. Importante : Para a orquídea é melhor faltar água do que sobrar.
Adubação
  A orquidea como qualquer outra planta precisa de nutrientes para crescer. Mas cuidado , o exagero de adubo é pior do que a falta. Cada tipo de adubo exige dosagens e aplicações diferentes, por isso leia atentamente as instruções contidas nas embalagens dos produtos.  
 Adubação de solo : Pode ser feita ao amanhecer ou entardecer. Dependendo do tipo de fertilizante, você poderá aplicá-lo de duas maneiras :
•     Colocando a quantidade recomendada num canto do vaso :  Desta forma o  adubo irá dissolver-se aos poucos, liberando nutrientes a cada irrigação.  
•     Diluindo a quantidade recomendada : Aplicando como rega, diretamente no solo.                
 Adubação Foliar : Deverá ser feita somente ao entardecer.Quinze minutos antes da adubação pulverize com água toda a planta. Este procedimento faz com que as células das folhas responsáveis responsáveis pela absorção dos nutrientes se abrão.  Depois pulverize com adubo nas dosagens recomendadas pelo fabricante , toda a planta , com excessão das flores.  
 Adubos orgânicos : Estes adubos são mais seguros e com riscos muito menores de você matar a planta por excesso de adubação .Os mais indicados são a torta de mamona e a farinha de osso.


Nenhum comentário:

VISUALIZAÇÕES DO BLOG